sábado, 16 de julho de 2011

Marujo


Eis o coração essa balsa a
velejar na razão da amada.


A mar marujo no amar.

Alan Félix