domingo, 5 de junho de 2011

Insaciavél




desenha seus lábios no guardanapo
que guardo e recordo nas noites quase inóspita.


rabisca seu perfume na roupa
que envolta muda o ar desse quarto.


sublinha com dedos minha carne
me marque, desejando-me só pra ti.


grave essa voz no meu ouvido
que em silêncio recita - você só pra mim.


fotografe seu olhar nesse quadro
que retrate sua alma feliz.


esculpa seu corpo no barro
que idolatrado no altar que sou “eu”.


dance seu ritmo no meu corpo
e na noite cause tremores dentro de mim.


assim, somente aqui, terei...
você junto a mim...

Alan Félix