domingo, 31 de janeiro de 2010

Olhos de Cinema.


Para Camila Mota

Teus olhos-lente filmam
passos,
compassos,
descompassos.

Teus olhos-lente capturam
cenas,
contra-cenas,
eu.

Teus olhos-lente gravam
momentos,
acenos,
ações.

Gravam sorrisos para você,

meus olhos te lançando fitas,

grava algum coração bandeira.

(Alan Félix)