terça-feira, 31 de maio de 2011

Alagados

(Walter Firmo)

O que me sustenta são paus
imersos na vergonha social.

O meu chão é o mar
e as mazelas nacionais.

O meu quintal é azul,
e turvas são as lágrimas dos meus pais.

Meus governantes são Iemanjá,
que protege o meu lar.

O meu animal de estimação
é o ganhamum que me alimenta ao acordar.


Alan Félix