quarta-feira, 30 de março de 2011

Cachoeira

Adenor Gondim


Se minha vida não é um vapor que navega nesse rio. Então, o que ela é Paraguaçu? Pedras que servem de passada para o vulto do seu passado? Já que seus sobrados servem como vitrine da areia morta na ampulheta da mémoria. Se o vapor não navega mais nesse mar, onde navega minha alma marinheira?

(Alan Félix)