sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Timidez


para Daiane Souza

A mão suada a me tocar,
disfarçada e distraída a me observar.

Os olhos fugidos a desviar
e suas pálpebras a me falar.

Teu riso acanhado a alegrar,
os lábios rubros a convidar.

Seu abraço frouxo a acolher,
no teu calor doce a me aquecer.

O beijo manso a me envolver,
todo meu desejo tímido, igual a você.

(Alan Félix)