terça-feira, 6 de abril de 2010

Nunca mais...


Nunca mais
sentir um beijo.
Nunca mais
recebi uma flor.
Nunca mais
beija-flor.

Voou, voou de tanto vê a dor.

(Alan Félix)