quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Os Mares


O teu pênis
submerge nos mares denso
do meu ventre.

Adentra
o abismo inexplorado
por outros corpos.

Afunda
nas águas mansa
da minha vulva.

Alaga
os vãos secos
no teu gozo.

(Alan Félix)