terça-feira, 3 de novembro de 2009

Cartas sem destino...

(Garance Doré)


Querida Elnora,


Nesse tempo de distância aprendi o significado da palavra saudade.

Mude seu significado mandando um recado.

Não é o tormento da tua ausência que me aflige, mas, o silêncio da tua falta que enlouquece, e a essa ausência ainda não aprendi o significado, muito menos algum derivado para substituir o que se chama de carência.

Realmente, sinto carência das caricias notívaga que furtava meu sono.

Na beira da cama projetávamos nossos planos firmados com beijos e abraços. A ausência que é palavra para você, simboliza em mim a falta do cheiro do café nas manhãs. É a falta de lábios exalando a menta da pasta dental, é a reclamação do impulso em querer-te beijar com gosto de hálito noturno.

E agora o que faço se o sinônimo de ausência virou saudade.


(Alan Félix)