sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Clandestino


Certa noite adentrou a minha casa,
deitou em minha cama,
penetrou o meu corpo,
roubou o meu orgasmo,
deixando-me o cansaço e a solidão ao lado.

(Alan Félix)