quarta-feira, 20 de maio de 2009

Ártemis




De uma das fases da lua,
nasceste esplêndida
como o amanhecer do sol.

E logo te chamaram de
caçadora...
Logo você caçou a si e a mim.

Penetrando no teu espelho
para dentro de si,
com os estilhaços de vidro.

Conduziu-se ao que de mais
nefasto bailava no
seu interior, deito-se com ele.

Abriste mão de sua castidade de deusa,
transou com o que mais
desprezível havia em você.

Depois saiu invertida como uma imagem
de um espelho qualquer,
esbanjando a nova mulher.

(Alan Félix)