quarta-feira, 15 de abril de 2009

Salvador

Da cidade colonial
restou os sobrados,
o porto e os fortes
com múltiplos nomes...

Da cidade moderna
restou o mercado,
a feira com seu aroma
e as avenidas largas...

Da cidade atual
restou a insegurança,
os mirantes no alto,
e a violência ensandecida...

Da cidade futura
não restará nada,
nem uma fagulha
do que foi Salvador...

(Alan Félix)