sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Morena


Ah! Morena,
transborda nas lágrimas a saudade
no canto dos seus olhos
eu canto, um cântico de prece
recito ao divino uma reza
acendo uma vela e velo por você.

dorme para mim as tristezas
sintoniza as frequências do coração
algum coração toca para ti,
algum coração é uma canção.

desfaz a dor na quietude das lágrimas
lava as memórias despertadas nas manhãs ensoladas
reserva a delicadeza e o voar da borboleta
é frágil as pilastras do vento que desmancha.

Alan Félix.