segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Quadros


Penduro na parede flash
de momentos, fragmentos,
retalhos surrado de felicidade.

Exponho a galeria da memória consciente
de tudo que tive
e perdi na presença do egoísmo.


(Alan Félix)