sábado, 23 de janeiro de 2010

2 de Fevereiro


O mar do teu corpo
cheirava a rosa,

e promessas.

Pedidos flutuando
em pétalas.

Recusa nas rochas dos teus olhos.

São oferendas
para teu (a)mar.

Singelas tentativas de te acomodar
num altar.

(Alan Félix)