quinta-feira, 14 de maio de 2009

Dizeres Íntimos



Aflora em mim uma
linha tênue da sensibilidade.

O poetar lírico e amaldiçoado.
O escrever compulsivo, fingido e dolorido.

O poema lido pela fome implícita do leitor.

O poeta desnudo dos seus versos íntimos
com a sensibilidade solitária
reescrevendo outros poemas líricos.

(Alan Félix)