sábado, 28 de março de 2009

Maria Luiza

O ventre pintado de aquarela
uma criança dentro dela.
E o mundo na sua espera,
dando boa vinda para ela.

(Alan Félix)


p.s: Poema dedicado a minha sobrinha que nasceu, seu tio te ama.